Com intenção de facilitar o uso diário dos tipos empresariais, existem algumas siglas, entre elas MEI, ME, e EPP 

Você sabe o que cada uma delas significa?

No post de hoje você vai conhecer um pouco mais sobre cada uma dessas siglas e poderá perceber qual delas é a mais interessante para seu negócio!

 

Então, continue lendo! Sem tempo de ler? Experimente ouvir o artigo, é só clicar no player abaixo!

 

https://soundcloud.com/capital-social/quais-as-diferencas-entre-mei-ei-me-e-epp

 

MEI – Uma excelente escolha para iniciar

MEI

Esta é a sigla para 0 Microempreendedor Individual. Trata-se de uma empresa individual, voltada para a formalização das pessoas que trabalham por conta própria.

Essa é uma excelente forma de iniciar um negócio, enfrentar pouca burocracia inicial, e ganhar tempo para crescer e se organizar, pois a vida de empresário é difícil.

O tipo foi criado pela Lei Complementar nº 123/2006, devendo ter faturamento anual de até R$60 mil, sendo que esse limite será de R$ 81 Mil em 2018. Esse limite é proporcional ao número de meses de atividade, portanto se você abrir, por exemplo, a empresa no meio do ano, o limite será de apenas R$ 30 mil.

O empresário que adotar o MEI não pode ter participação em outra empresa como sócio ou titular. Em contrapartida, pode ter um empregado que receba salário-mínimo ou o piso da categoria.

Um pergunta comum é: “Quanto de imposto se paga no MEI?” Como medida de redução da burocracia, o MEI paga uma Guia de Valor Fixo Mensal, sendo:

  • MEI de Comércio: R$ 47,85,
  • MEI de Serviço: R$ 51,85 e,
  • MEI de Comércio e Serviço na mesma empresa paga o valor de: R$ 52,85.

O MEI é uma excelente forma de iniciar a sua empresa se o faturamento for inferior ao limite.

 

 

ME – Benefícios para crescer e aparecer

Microempresa

ME é a sigla para Microempresa, ou seja, empreendimentos que visam o lucro e que apresentam um faturamento anual de até R$360 mil.

Sua formalização deve ser feita na Junta Comercial. O primeiro benefício e o mais visível é poder optar pelo enquadramento tributário do Simples Nacional. Mas é importante fazer o Planejamento Tributário, pois pode ser que no Lucro Real ou Lucro Presumido a empresa, mesmo sendo ME, pague menos impostos.

 

 

EPP – Estou crescendo mas ainda preciso de ajuda

Empresário regando EPP

Aquele “empurrãozinho” é sempre bem vindo, não é mesmo? 

 

As empresas que tenham faturamento anual no limite de R$3,6 milhões podem ser registradas como Empresas de Pequeno Porte, cuja sigla comum é EPP. Em 2018 esse limite será alterado para R$ 4,8 Milhões.

A formalização e o enquadramento tributário seguem as mesmas indicações da Microempresa. Sua legislação é a Lei Complementar nº 139/2011, a mesma do ME.

 

Mais informações 

https://capitalsocial.cnt.br/qual-a-diferenca-entre-mei-ei-me-e-epp/